Arquivo | Resenhas e Editoriais RSS feed for this section

Obrigado Zico

1 out

Infelizmente para o futebol do Brasil, Zico pediu sua renúncia do cargo no Flamengo.

Anúncios

Carta recebida por e-mail

16 set

Eu recebo muito lixo no meu e-mail, corrente de gente superticiosa então nem se fala, devo receber umas 5 por dia, no meio de propaganda pra aumentar meu pênis e correntes sobre como eu vou arder no inferno se não repassar um e-mail falso pra 25 amigos (como se eu tivesse 25 amigos…) havia uma carta aberta que eu achei muito interessante e reproduzo aqui:


Querido Didi,

Há alguns meses você vem me escrevendo pedindo uma doação mensal para
enfrentar alguns problemas que comprometem o presente e o futuro de
muitas crianças brasileiras. Eu não respondi aos seus apelos (apesar de
ter gostado do lápis e das etiquetas com meu Nome para colar nas
correspondências).

Achei que as cartas não deveriam ser endereçadas à mim. Agora,
novamente, você me escreve preocupado por eu não ter atendido as suas
solicitações. Diante de sua insistência, me senti na obrigação de parar
tudo e te escrever uma resposta.
Não foi por ‘algum’ motivo que não fiz a doação em dinheiro solicitada
por você. São vários os motivos que me levam a não participar de sua
campanha altruísta (se eu quisesse poderia escrever umas dez páginas
sobre esses motivos). Você diz, em sua última Carta, que enquanto eu a
estivesse lendo, uma criança estaria perdendo a chance de se desenvolver
e aprender pela falta de investimentos em sua formação.
Didi, não tente me fazer sentir culpada. Essa jogada publicitária eu
conheço muito bem. Esse tipo de texto apelativo pode funcionar com
muitas pessoas mas, comigo não. Eu não sou ministra da educação, não
ordeno e nem priorizo as despesas das escolas e nem posso obrigar o
filho do vizinho a freqüentar as salas de aula. A minha parte eu já
venho fazendo desde os 11 anos quando comecei a trabalhar na roça para
ajudar meus pais no sustento da minha família. Trabalhei muito e, te
garanto, trabalho não Mata ninguém. Muito pelo contrário, faz bem!
Estudei na escola da zona rural, fiz Supletivo, estudei à distância e
muito antes de ser jornalista e publicitária eu já era uma micro
empresária.

Didi, talvez você não tenha noção do quanto o Governo Federal tira do
nosso suor para manter a saúde, a educação, a segurança e tudo o mais
que o povo brasileiro precisa. Os impostos são muito altos! Sem falar
dos Impostos embutidos em cada alimento, em cada produto ou serviço que
preciso comprar para o sustento e sobrevivência da minha família.

Eu já pago pela educação duas vezes: pago pela educação na escola
pública, através dos impostos, e na escola particular, mensalmente,
porque a escola pública não atende com o ensino de qualidade que,
acredito, meus dois filhos merecem. Não acho louvável recorrer à
sociedade para resolver um problema que nem deveria existir pelo volume
de dinheiro arrecadado em nome da educação e de tantos outros problemas
sociais.

O que está acontecendo, meu caro Didi, é que os administradores, dessa
dinheirama toda, não têm a educação como prioridade. Pois a educação
tira a subserviência e esse fato, por si só não interessa aos políticos
no poder. Por isso, o dinheiro está saindo pelo ralo, estão jogando
fora, ou aplicando muito mal. Para você ter uma idéia, na minha cidade,
cada alimentação de um presidiário custa para os cofres públicos R$ 3,82
(três reais e oitenta e dois centavos) enquanto que a merenda de uma
criança na escola pública custa R$ 0,20 (vinte centavos)! O governo
precisa rever suas prioridades, você não concorda? Você pode ajudar a
mudar isso! Não acha?

Você diz em sua Carta que não dá para aceitar que um brasileiro se torne
adulto sem compreender um texto simples ou conseguir fazer uma conta de
matemática. Concordo com você. É por isso que sua Carta não deveria ser
endereçada à minha pessoa. Deveria se endereçada ao Presidente da
República. Ele é ‘o cara’. Ele tem a chave do Cofre e a vontade política
para aplicar os recursos. Eu e mais milhares de pessoas colocamos o
dinheiro lá para que ele faça o que for necessário para melhorar a
qualidade de vida das pessoas do país, sem nenhum tipo de distinção ou
discriminação.. Mas, infelizmente, não é o que acontece…

No último parágrafo da sua Carta, mais uma vez, você joga a
responsabilidade para cima de mim dizendo que as crianças precisam da
‘minha’ doação, que a ‘minha’ doação faz toda a diferença. Lamento
discordar de você Didi. Com o valor da doação mínima, de R$ 15,00, eu
posso comprar 12 quilos de arroz para alimentar minha família por um mês
ou posso comprar pão para o café da manhã por 10 dias.

Didi, você pode até me chamar de muquirana, não me importo, mas R$ 15,00
eu não vou doar. Minha doação mensal já é muito grande. Se você não
sabe, eu faço doações mensais de 27,5% de tudo o que ganho. Isso
significa que o governo leva mais de um terço de tudo que eu recebo e
posso te garantir que essa grana, se ficasse comigo, seria muito melhor
aplicada na qualidade de vida da minha família.

Você sabia que para pagar os impostos eu tenho que dizer não para quase
tudo que meus filhos querem ou precisam? Meu filho de 12 anos quer
praticar tênis e eu não posso pagar as aulas que são caras demais para
nosso padrão de vida. Você acha isso justo? Acredito que não. Você é um
homem de bom senso e saberá entender os meus motivos para não colaborar
com sua campanha pela educação brasileira.

Outra coisa Didi, mande uma Carta para o Presidente pedindo para ele
selecionar melhor os ministros e professores das escolas públicas. Só
escolher quem, de fato, tem vocação para ser ministro e para o ensino
Melhorar os salários, desses profissionais, também funciona para que
eles tomem gosto pela profissão e vistam, de fato, a camisa da educação.
Peça para ele, também, fazer escolas de horário integral, escolas em que
as crianças possam além de ler, escrever e fazer contas possa
desenvolver dons artísticos, esportivos e habilidades profissionais.
Dinheiro para isso tem sim! Diga para ele priorizar a educação e
utilizar melhor os recursos.

Bem, você assina suas cartas com o pomposo título de Embaixador Especial
do Unicef para Crianças Brasileiras e eu vou me despedindo assinando…
Eliane Sinhasique – Mantenedora Principal dos Dois Filhos que Pari.

P.S.: Não me mande outra carta pedindo dinheiro. Se você mandar, serei
obrigada a ser mal-educada: vou rasgá-la antes de abrir.

PS2* Aos otários que doaram para o criança esperança. Fiquem sabendo, as
organizações Globo entregam todo o dinheiro arrecadado à UNICEF e
recebem um recibo do valor para dedução do seu imposto de renda. Para
vocês a Rede Globo anuncia: essa doação não poderá ser deduzida do seu
imposto de renda, porque é ela quem o faz .

PS3* E O DINHEIRO DA CPMF QUE PAGAMOS DURANTE 11(ONZE) ANOS?

MELHOROU ALGUMA COISA NA EDUCAÇÃO E NA SAÚDE DURANTE ESSES ANOS?

BRASILEIROS PATRIOTAS (e feitos de idiotas) DIVULGUEM ESSA REVOLTA.

Mais uma morte em San Marino

5 set

Hoje pela manhã mais um vida foi ceifada no circuito de San Marino. E até quando? Quantos mais pilotos haverão de perecer nessa pista assassina até que algo seja feito? Dessa vez foi um jovem de 19 anos, a carreira toda pela frente, num esporte que apesar de algumas fatalidades hoje é muito mais seguro do que a 15 anos atrás, é ridículo que jovens ainda morram por competirem numa pista que simplesmente não oferece segurança alguma. Você pode ver as imagens e dizer: “mas esse acidente foi uma simples fatalidade”. PORRA NENHUMA!!! Ali onde o garoto japonês escorregou foi PINTADO pra esconder imperfeições dessa pistinha de merda, uma sacanagem que fazem pra iludir quem assiste pela tv, houvesse ali o mesmo asfalto abrasivo esse garoto não teria perdido a vida. Curto muito automobilismo, apesar das frustrações dos últimos 20 anos na F-1 nada se compara ao estado puto que eu fico quando vidas são jogadas no lixo por irresponsabilidades ridículas.


Vejam enquanto os hipócritas não tiram do ar.

Maldita internet de merda!

28 mar

É incrível como nesse país a internet ainda é cara e como o serviço ofertado pode ser tão ruim. Já tive internet da Velox, uma empresa do grupo Oi, e mesmo pagando R$ 69,00 por uma conexão ridícula de 300k/s o serviço era de péssima de qualidade, atendentes idiotas e uma velocidade muito abaixo da vendida. Hoje tenho contrato com uma prestadora local de internet a rádio, que por incrível que pareça cobra R$ 60,00 por uma internet também de 300k/s e disponibiliza um serviço tão ou mais porco do que a Velox, com o atenuante de não precisar de uma linha de telefone que é outro assalto a mão armada praticado pela Oi.

Muita coisa torna isso ainda mais irritante, saber por exemplo que a 200 quilômetros daqui há internet a cabo que custa R$ 100,00 mas lhe oferece conexão de 10Mb/s, ou por R$ 49,00  por 1Mb/s, algo mais simples mas muito superior ao que podemos ter por aqui. Se formos comparar com EUA (R$ 8 por 1mb/s) e Itália (R$ 4 por 1mb/s) a minha situação e de milhões de usuários no Brasil beira a insanidade total.

Hoje vi uma luz no fim do túnel com um link do nadamaisblog, só espero que o serviço de transmissão seja algo decente e que esses valores caiam a um padrão mais aceitável, vamos ver se essa luz é mesmo o fim do túnel, ou apenas o brilho do olho de Beholder pronto para nos devorar…

Porque sai do RPG.blog

15 mar

Alguns podem ter percebido que sai do RPG.blog, o maior e melhor agregador de blogs de RPG do Brasil. Em poucas palavras só queria explicar porque tomei essa decisão. A cerca de 15 dias mais ou menos o RPG.blog alterou sua forma de organizar os blogs, mudaram o layout e as visitas que vinham de lá caíram absurdamente, credito isso principalmente a forma como os blogs estão alinhados e ao layout ruim que está em vigor hoje que na minha visão só reforça a boataria e diminui a transparência do processo, e como eles mesmo dizem, se você desconfia de algo é melhor nem entrar com o pedido de afiliação. Dada essa condição e ao rumo que o agregador esta tomando resolvi causar a minha expulsão linkando arquivos que sei serem proibidos e hoje retirei o banner deles do meu site. Desejo sucesso aos criadores do site e que outros agregadores tão bons como esse continuem aparecendo, já que há uma carência real de um bom agregador da cultura nerd no Brasil.

Como são formados os jornalistas

7 mar

Paródia muito boa que vi no Buteco.

Se eles já falavam merda com diploma, agora imagine um semi-analfabeto fazendo o mesmo tipo de matéria, estamos f$%#@!

BBB a vergonha nacional

28 fev

De uns dias pra cá venho postando algumas informações e crítica ao BBB, e venho me perguntando se as pessoas estão entendendo a mensagem que quero passar a respeito desse programinha de merda, eis que vejo esse texto no Amigos Data Byte, simplesmente perfeito e tudo que eu gostaria de passar sobre esse deserviço que a RGT nos proporciona.

Big Brother Brasil 10 , a vergonha nacional!

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir este programa ao lado dos filhos.

Gays,
lésbicas,
heteros… todos na mesma casa, a casa dos heróis, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE: é putaria ao vivo!!!
Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um zoológico humano divertido. Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Se entendi corretamente as apresentações, são 15 animais: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro
com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a nordestina sorridente, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível???

Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade?

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.

Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas
porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.*

Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).

Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos
telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o escolhido receba um milhão e meio de reais. E ai
vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a “entender o comportamento humano”. Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores;

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um artigo de Jabor, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa…, ir ao cinema…, estudar… , ouvir boa música…, cuidar das flores e jardins…  telefonar para um amigo… , visitar os avós… , pescar…, brincar com as crianças… , namorar… ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.

Faça sua parte !!!